Pessoas com autismo têm cérebros unicamente sintonizados e não-conformistas

Pessoas com autismo têm cérebros unicamente sintonizados e não-conformistas

In um esforço para compreender transtorno do espectro do autismo (ASD), os pesquisadores se concentrou em sincronização entre as diferentes partes do cérebro. Alguns dos resultados sugeriram uma falta de sincronização (conectividade), enquanto outros estudos não encontraram exatamente o oposto: mais de sincronização.

Um novo estudo publicado em Nature Neuroscience sugere os diversos relatórios de ambos sobre e sub-conectividade pode refletir um princípio mais profundo da função cerebral. Os resultados mostram que os cérebros dos indivíduos com autismo apresentam padrões de sincronização únicas.

"Identificar perfis cerebrais que diferem do padrão observado em indivíduos com desenvolvimento típico é crucial não só na medida em que permite que os investigadores começam a entender as diferenças que surgem nas ASD, mas, neste caso, abre-se a possibilidade de que há muitos cerebral alterada perfis de todos os que caem sob a égide de "autismo" ou "autismos '", diz Marlene Behrmann, professor de neurociência cognitiva da Carnegie Mellon University e co-diretor do Centro para a base neural da cognição.

Desviando-a norma

Para investigar a questão da conectividade em ASD, os pesquisadores analisaram dados obtidos a partir de estudos de ressonância magnética funcional (fMRI) realizados enquanto os participantes estavam em repouso. Os dados foram coletados de um grande número de participantes em vários locais e montados com facilidade no banco de dados ABIDE.


 Receba as últimas por e-mail

Revista Semanal Melhor da Semana

"Estudos do cérebro de descanso estado são importantes porque é que quando padrões surgem espontaneamente, permitindo-nos ver como as várias áreas do cérebro naturalmente conectar e sincronizar sua atividade", diz Avital Hahamy, um estudante de PhD no departamento de neurobiologia do Weizmann.

Uma série de estudos anteriores por esses pesquisadores e outros sugerem que estes padrões espontâneos podem fornecer uma janela em traços comportamentais individuais, incluindo aqueles que se desviar da norma.

Conformista ou idiossincrático

Em uma comparação cuidadosa dos detalhes desses intricados padrões de sincronização, os cientistas descobriram uma intrigante diferença entre os grupos controle e ASD: os cérebros dos participantes do controle tinham perfis de conectividade substancialmente semelhantes entre indivíduos diferentes, enquanto aqueles com ASD mostraram um fenômeno notavelmente diferente.

Aqueles com autismo tendem a exibir padrões muito mais exclusivos - cada um de maneira individual. Eles perceberam que os padrões de sincronização vistos no grupo de controle eram "conformistas" em relação àqueles do grupo ASD, que eles chamavam de "idiossincráticos".

As diferenças entre os padrões de sincronização nos grupos de autismo e de controlo pode ser explicado pela forma como os indivíduos nos dois grupos de interagir e comunicar com seu ambiente.

"Desde tenra idade, a média, redes cerebrais da típica pessoa se moldado pela intensa interação com as pessoas e os fatores ambientais mútuos", diz Hahamy. "Tais experiências compartilhadas poderia tendem a fazer os padrões de sincronização nos cérebros de descanso do grupo controle mais semelhantes entre si.

"É possível que, no ASD, quando as interações com o meio ambiente sejam interrompidas, cada um desenvolva um padrão de organização cerebral individualista mais singular."

Os pesquisadores enfatizam que esta explicação é apenas tentativas; muito mais pesquisas serão necessárias para desvendar totalmente a gama de fatores que podem levar a idiossincrasias relacionadas com ASD. Eles também sugerem que mais investigação sobre como e quando diferentes indivíduos estabelecem determinados padrões cerebrais poderia ajudar no desenvolvimento futuro do diagnóstico precoce e tratamento para distúrbios do autismo.

A Fundação Simons (Autism Research Initiative) financiou esta pesquisa.

Fonte: Carnegie Mellon University

Palavras pintadas: aspectos do autismo Traduzido por Judy Endow.Innerself Livro Recomendado:

Palavras Pintadas: Aspectos do Autismo Traduzido
por Judy Endow.

Clique aqui para mais informações e / ou para encomendar este livro.

IDIOMAS DISPONÍVEIS

Inglês afrikaans Arabe Chinês (simplificado) Chinês (tradicional) dinamarquês Neerlandês Filipino Finnish Francês Alemão Grego hebraico hindi Húngaro Indonesian Italiano Japanese Korean Malay Norwegian persa Polaco Português Romeno Russo Espanhol swahili sueco tailandês turco Ucraniano urdu Vietnamita

siga InnerSelf on

facebook íconeícone do twitterícone do YouTubeícone do instagramícone pintrestícone rss

 Receba as últimas por e-mail

Revista Semanal Melhor da Semana

Novas atitudes - Novas possibilidades

InnerSelf.comClimateImpactNews.com | InnerPower.net
MightyNatural.com | WholisticPolitics. com | Innerself Mercado
Copyright © 1985 - 2021 innerself Publications. Todos os direitos reservados.