O que o Amazon Prime Effect significa para os varejistas

O que o Amazon Prime Effect significa para os varejistas A capacidade dos varejistas on-line de oferecer serviço de entrega no dia seguinte por uma taxa anual ou a um preço acessível mudou dinamicamente o negócio de varejo e mudou as vendas de in-store para online. (Bancos de barro / Unsplash)

O ano de 2019 será conhecido como o ano dos fechamentos de varejo no Canadá e nos Estados Unidos. Do Canadá Home Outfitters - Paye ShoeSource anunciaram recentemente que estão começando a fechar todos os pontos de venda.

Essas empresas não estão sozinhas, pois 2019 verá mais do que 9,000 fechamentos de revendedores na América do Norte. Alguns dos maiores incluem A lacuna - Sempre 21, fechando 230 e 178 lojas, respectivamente. Outros varejistas notáveis ​​da lista incluem as importações do Pier 1 (14 lojas), Bed Bath and Beyond (60 lojas) e Things Remembered (200 lojas).

O efeito Amazon Prime

Muitos varejistas estão experimentando o que denominei O efeito principal em referência ao Amazon Prime. A capacidade dos varejistas on-line de oferecer serviço de entrega no dia seguinte por uma taxa anual ou a um preço acessível mudou dinamicamente o negócio de varejo e mudou as vendas de in-store para online.

O que o Amazon Prime Effect significa para os varejistas Os pedidos dos clientes do Prime Now estão prontos para entrega no armazém da Amazon em Nova York. (Foto AP / Mark Lennihan)

Agora é mais conveniente e igualmente econômico comprar on-line em comparação com a loja. Com a temporada de compras natalinas, a maior questão do varejo permanece sem resposta. Como os varejistas físicos aumentam as vendas nas lojas?

Essa questão não é apenas importante durante a temporada de festas, mas também é lembrada pelos varejistas durante o ano todo. Meu interesse neste tópico de pesquisa evoluiu de meus estudos de doutorado. Agora, como membro do corpo docente do Departamento de Gerenciamento e Marketing da University of Saskatchewan'S Edwards School of Business, Estou explorando como os varejistas podem permanecer bem-sucedidos financeiramente após a O efeito principal.

A resposta a essa pergunta tão importante está relacionada à inovação no varejo.


Receba as últimas notícias do InnerSelf


Inovação, desempenho financeiro vinculado

Na minha próxima estudo de 225 varejistas canadenses a ser publicado no Biblioteca Online de Wiley, a inovação teve um impacto direto no desempenho financeiro. Especificamente, a inovação era o elo que faltava entre a ética de trabalho dos funcionários dos varejistas, a orientação para o cliente e o desempenho financeiro.

Mas empregando um orientação para o cliente abordagem - um compromisso organizacional para compreender e atender às necessidades do mercado-alvo - e ter uma força de trabalho motivada não foi suficiente para aumentar as vendas, margens ou lucros dos varejistas.

Os varejistas altamente inovadores, no entanto, superaram seus concorrentes não inovadores. Esta descoberta é apoiada por outros pesquisa de destaque isso sugeriu que a inovação é o elo que faltava entre estratégias e desempenho da empresa, mas eu demonstrei sua importância entre os varejistas.

As inovações do varejo, é claro, incluem novos produtos e serviços, mas também experiências de compras personalizadas e programas de fidelidade exclusivos, para citar apenas alguns.

Podem ser implementadas experiências de compras personalizadas que espelham as análises on-line, permitindo que os vendedores usem as informações do cliente para fazer recomendações. Programas de fidelidade exclusivos podem oferecer aos clientes regulares o primeiro acesso a novos estoques, criando maior fidelidade à marca e vendas na loja.

Mudando o ambiente

Embora a estratégia seja um processo, inovação é uma maneira de pensar em estratégia. A inovação requer mudanças ambientais nas empresas que apóiam novas formas de pensar. Mudar o ambiente requer novas ações e comportamentos da gerência e dos funcionários.

Embora a inovação seja tipicamente considerada como a criação desses novos produtos e serviços, ela também inclui as mudanças ambientais nas organizações que apóiam o pensamento inovador. Líderes de inovaçãode fato, sugira que as empresas devam investir até 10% em inovação e desinvestir em atividades que não agregam valor na mesma quantidade.

O primeiro passo é entender a importância da inovação. O segundo passo envolve a vontade de dedicar recursos à inovação. O passo final, mais crítico, é sobre implementação de inovação.

Implementando a inovação

De acordo com o acadêmico americano Peter Senge, nomeado Estrategista do século by Revista de Estratégia de Negócios, é o trabalho da liderança sênior criar a cultura de uma organização. Portanto, a alta gerência deve estar comprometida em criar uma cultura inovadora. Para que uma cultura inovadora seja bem-sucedida, também é necessária a adesão de funcionários em todos os níveis.

O que o Amazon Prime Effect significa para os varejistas Os programas de fidelidade podem ajudar a criar lealdade e incentivar compras na loja. A IMPRENSA CANADENSE

É claro que, durante esta temporada de festas e além, os varejistas precisam adotar a inovação. Eles devem ter uma força de trabalho motivada e orientada para o cliente, mas a inovação é o que realmente diferencia os varejistas com melhor desempenho.

Independentemente da estratégia de inovação, ela é essencial para o sucesso dos varejistas canadenses. Talvez o maior risco estratégico não seja inovar e falhar, mas falhar em inovar.

Sobre o autor

Grant Alexander Wilson, Departamento de Gerenciamento e Marketing, Edwards School of Business, University of Saskatchewan

Este artigo foi republicado a partir de A Conversação sob uma licença Creative Commons. Leia o artigo original.

Livros recomendados:

Capital do Século XXI
por Thomas Piketty. (Traduzido por Arthur Goldhammer)

Capital na capa dura do século XXI por Thomas Piketty.In Capital no século XXI, Thomas Piketty analisa uma coleção única de dados de vinte países, desde o século XVIII, para descobrir os principais padrões econômicos e sociais. Mas as tendências econômicas não são atos de Deus. A ação política acabou com as desigualdades perigosas no passado, diz Thomas Piketty, e pode fazê-lo novamente. Uma obra de extraordinária ambição, originalidade e rigor, Capital do Século XXI reorienta nossa compreensão da história econômica e nos confronta com lições moderadoras para hoje. Suas descobertas vão transformar o debate e definir a agenda para a próxima geração de pensamento sobre riqueza e desigualdade.

Clique aqui para mais informações e / ou para encomendar este livro na Amazon.


A fortuna da natureza: como os negócios e a sociedade prosperam investindo na natureza
por Mark R. Tercek e Jonathan S. Adams.

A fortuna da natureza: como os negócios e a sociedade prosperam investindo na natureza por Mark R. Tercek e Jonathan S. Adams.Qual é a natureza vale a pena? A resposta a esta pergunta-que tradicionalmente tem sido enquadrado em termos ambientais, está revolucionando a maneira como fazemos negócios. Dentro Fortune da naturezaMark Tercek, CEO da The Nature Conservancy e ex-banqueiro de investimentos, e o escritor de ciência Jonathan Adams argumentam que a natureza não é apenas a base do bem-estar humano, mas também o investimento comercial mais inteligente que qualquer empresa ou governo pode fazer. As florestas, várzeas e os recifes de ostras, muitas vezes vistos simplesmente como matéria-prima ou como obstáculos a serem eliminados em nome do progresso, são de fato tão importantes para nossa prosperidade futura quanto a tecnologia ou a lei ou a inovação empresarial. Fortune da natureza oferece um guia essencial para o bem-estar econômico e ambiental do mundo.

Clique aqui para mais informações e / ou para encomendar este livro na Amazon.


Além Outrage: O que deu errado com a nossa economia e nossa democracia, e como corrigi-lo -- por Robert B. Reich

Além OutrageNeste livro oportuno, Robert B. Reich argumenta que nada de bom acontece em Washington, a menos que os cidadãos são energizados e organizados para fazer atos certeza de Washington no bem público. O primeiro passo é ver a imagem grande. Além Outrage liga os pontos, mostrando porque a participação crescente de renda e de riqueza indo para o topo tem prejudicado o crescimento eo emprego para todos, minando a nossa democracia; causado americanos a tornar-se cada vez mais cínico sobre a vida pública, e muitos americanos virou um contra o outro. Ele também explica por que as propostas do "direito regressivo" está absolutamente errado e fornece um roteiro claro do que deve ser feito. Aqui está um plano de ação para todos os que se preocupa com o futuro da América.

Clique aqui para mais informações ou para encomendar este livro na Amazon.


Isso muda tudo: ocupe Wall Street e o movimento 99%
por Sarah van Gelder e funcionários do SIM! Revista.

Isso muda tudo: Ocupe Wall Street e o Movimento 99% de Sarah van Gelder e equipe do YES! Revista.Isso muda tudo mostra como o movimento Occupy está mudando a maneira como as pessoas veem a si mesmas e ao mundo, o tipo de sociedade que acreditam ser possível e seu próprio envolvimento na criação de uma sociedade que trabalhe para o 99% em vez de apenas 1%. Tentativas de classificar esse movimento descentralizado e de rápida evolução levaram à confusão e percepção equivocada. Neste volume, os editores de SIM! Revista reunir vozes de dentro e de fora dos protestos para transmitir as questões, possibilidades e personalidades associadas ao movimento Occupy Wall Street. Este livro apresenta contribuições de Naomi Klein, David Korten, Rebecca Solnit, Ralph Nader e outros, além de ativistas do Occupy que estavam lá desde o início.

Clique aqui para mais informações e / ou para encomendar este livro na Amazon.



enafarzh-CNzh-TWnltlfifrdehiiditjakomsnofaptruessvtrvi

siga InnerSelf on

facebook-icontwitter-iconrss-icon

Receba as últimas por e-mail

{Emailcloak = off}